Chega às bancas de todo o Brasil, nesta quarta-feira (10), a edição de janeiro da Revista Caras. Entre os destaques da principal revista de variedades do país estão as praias urbanas de João Pessoa, de Conde e Mataraca, nas porções sul e norte do litoral da Paraíba.

Os roteiros turísticos paraibanos são apresentados aos leitores da publicação pela atriz Isabella Dragão, que veio ao Estado a convite da Empresa Paraibana de Turismo (PBTur), com o apoio da Setur de Cabedelo, Rede Nord de Hotéis, Abrasel-PB e Hotel-Pousada Potiguara de Barra de Camaratuba, em novembro de 2017.

A presidente da PBTur, Ruth Avelino, informa que essa foi a terceira vez que a produção da Caras escolhe a Paraíba para realizar ensaios fotográficos: junho de 2016 com a atriz Barbara Reis, em outubro do mesmo ano com a paraibana Lucy Alves e, por último, em novembro de 2017 com Isabella Dragão, que tinha interpretado a personagem Olímpia da novela ‘Tempo de Amar’, que foi exibida pela Rede Globo de Televisão. “Em todas edições da revista, em que divulgamos a Paraíba, a repercussão foi a melhor possível”, garantiu a executiva paraibana.

Roteiro – A equipe de produção da revista Caras desembarcou em João Pessoa em 16 de novembro para uma estadia de uma semana. A equipe e a atriz Isabela Dragão escolheram várias locações no litoral paraibano, entre elas João Pessoa (praias e o Centro Histórico), Conde, e a Trilha dos Potiguaras, no Litoral Norte. O fotógrafo responsável pelo trabalho é Marcos Salles.

A presidente da PBTur revela que a vinda da atriz à Paraíba foi resultado de uma ação de marketing da autarquia paraibana em parceria com a Rede Nord de Hotéis, Secretaria de Turismo de Cabedelo, Abrasel-PB, Hotel Potiguar, em Barra de Camaratuba e o Receptivo 100% Lazer.

“Procuramos realizar ações de marketing que gerem uma divulgação dos nossos principais atrativos turísticos. Sempre com uma personagem de repercussão nacional, como são os atores e atrizes de novelas. Esses profissionais têm muitos seguidores nas redes sociais e há uma repercussão massiva e positiva das nossas belezas naturais”, avalia Ruth Avelino.