Ricardo Coutinho não mostrou desapego ao poder, ele apenas escolheu o poder maior

Ricardo quer ser o governador mediato, e João Azevedo apenas um cumpridor de ordens.

O discurso falacioso de Ricardo Coutinho não convence nem o mais laranja dos girassóis. Republicano de goela, a permanência de RC no governo não se traduz em desapego por cargos. Muito pelo contrário. Ele acha que o governo do estado é sua propriedade e não quer largar o osso.

Abrir mão de disputar o Senado não é um gesto de desapego, é apego mesmo ao governo do estado; o Poder que pode, que manda e desmanda, administra bilhões por ano, nomeia desembargadores e conselheiros do TCE. Mantém influência nos tribunais, principalmente no TRE. Esconde e faz nascer inquéritos policiais da noite para o dia.

O Senado é status e mídia nacional. E só.

O apego de Ricardo ao governo do estado é tão grande que sem o menor constrangimento ele disse reiteradas vezes que só deixaria o governo se continuasse administrando. Como assim? Nem Lula cometeu tamanha ousadia.

Sua saída do governo sepultaria a candidatura do insosso João Azevedo, que só continuaria competitivo com o apoio da máquina pública estadual. Máquina esta que RC espremeu até o bagaço para não se derrotado no primeiro turno por Cássio Cunha Lima, em 2014, e hoje responde a 5 pedidos de cassação.

Ricardo quer ser o governador mediato, e João Azevedo apenas um cumpridor de ordens.

Uma longa manus.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Fechar