Mulher troca remédio da sogra por veneno de rato

De acordo com a Polícia Civil, a idosa vinha passando mal de forma recorrente após tomar medicação de uso contínuo.

Uma mulher de 40 anos tentou matar a sogra trocando o conteúdo de cápsulas de remédio por veneno de rato, em Dois Córregos, no interior de São Paulo. A idosa, de 76 anos, passou mal após ingerir o veneno, mas sobreviveu. A tentativa de homicídio foi descoberta porque uma sobrinha da vítima instalou uma câmera no quarto para vigiar o trabalho da cuidadora da idosa. A nora suspeita foi presa nesta segunda-feira, 11.

De acordo com a Polícia Civil, a idosa vinha passando mal de forma recorrente após tomar medicação de uso contínuo. Numa das ocasiões, ela soltou espuma pela boca, levando uma sobrinha que trabalha num hospital a desconfiar de envenenamento. Ela decidiu instalar uma câmera para vigiar o atendimento dado pela cuidadora à idosa. As imagens, no entanto, mostraram a nora retirando o conteúdo das cápsulas e colocando, no lugar do medicamento, o veneno de rato conhecido como “chumbinho”.

A mulher não morava na casa, mas fazia visitas à sogra doente. À Polícia Civil, ela admitiu o crime e disse que tinha mágoa da sogra pela forma como ela tratava o filho, seu marido. A suspeita foi autuada em flagrante por tentativa de homicídio, com agravante por se tratar de parente e pessoa idosa, sem chance de se defender. Nesta terça-feira, 12, em audiência de custódia, a justiça decidiu manter a suspeita na prisão.


Você também pode enviar informações à redação do portal tvsertaodaparaiba.com.br pelo Whatsapp 83 98886 4599 ou 99166-4140.


Notícias ao minuto
Tags

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Fechar