Abaixo-assinado exige desculpas de brasileiros que insultaram russa

Petição foi registrada no site Change.org

No rastro da polêmica detonada pelo vídeo de torcedores brasileiros cercando uma mulher com gritos obscenos em Moscou, o primeiro episódio de mau comportamento de fãs a viralizar nesta Copa, uma ativista russa acaba de criar um abaixo-assinado denunciando os homens vistos nas imagens.

A petição registrada no site Change.org por Alena Popova, jurista e ativista que atua numa série de causas, entre elas a da defesa da mulher, já reuniu quase 300 assinaturas.

Em seu documento, Popova exige um pedido de desculpas dos torcedores que gritavam “essa é bem rosinha” em alusão à cor do sexo de uma jovem loira, lembrando que o comportamento viola leis russas como questões de ordem pública e respeito ao próximo.

Três dos torcedores que aparecem no vídeo já foram identificados -o pernambucano Diego Valença Jatobá, advogado e político, e o piauíense Luciano Gil Mendes Coelho, um engenheiro civil, além do policial catarinense Eduardo Nunes.

Um quarto rapaz que aparece nas imagens deu entrevista à Folha de S.Paulo, mas não se identificou e era chamado por seus amigos em Moscou de Josué.

Popova quer encaminhar seu abaixo-assinado às autoridades russas e à embaixada do Brasil em Moscou. O caso dos torcedores brasileiros também já foi noticiado pela imprensa russa e começa a despertar debates nas redes sociais do país sede da Copa.

Diplomatas da embaixada brasileira na Rússia afirmam, no entanto, não terem recebido nenhum documento até o momento. Qualquer ação por parte das autoridades russas também dependeria do registro formal de uma queixa da vítima, o que não ocorreu.

Na visão de diplomatas que acompanham o caso, é pouco provável que o governo russo decida punir esses torcedores.

Desde o início da Copa, policiais do país conhecidos pela atitude linha-dura vêm fazendo vista grossa para flagrantes violações da lei, como beber em público, por exemplo, e qualquer repreensão mais enérgica dos torcedores poderia ir na contramão de interesses do governo de criar um clima de paz com os estrangeiros durante o evento. Com informações da Folhapress.

Você também pode enviar informações à redação do portal tvsertaodaparaiba.com.br pelo Whatsapp 83 98886 4599 ou 99166-4140.

FOLHAPRESS
Planos oferecidos em Cajazeiras-PB

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Fechar
"Equipe de Plantão:"