Acusação convoca Marrone em processo de estelionato

O cantor Marrone, da dupla Bruno e Marrone, pode vir a ser ouvido pela Justiça em um processo que envolve o cantor sertanejo Eduardo Costa. O pedido para o cantor ser ouvido foi apresentado pelo advogado Arnaldo Soares Alves, que representa o casal que processa o cantor Eduardo Costa por estelionato. As informações são do G1.

O inquérito aponta que Costa negociou uma casa às margens do Lago de Furnas, em Capitólio, no Sul de Minas, avaliada em cerca de R$ 6 milhões, em troca de uma casa na Região da Pampulha, na capital mineira. Segundo a investigação, a diferença de valores – o imóvel em Belo Horizonte vale R$ 9 milhões – seria paga com uma lancha, no valor de R$ 250 mil, uma moto aquática, no valor de R$ 25 mil, e uma Ferrari, avaliada em R$ 1,1 milhão.

Alves afirma que o carro de luxo não chegou a ser repassado para o casal. “Disseram que caiu de preço, mas que tinha quem comprasse”, afirmou. Ele disse ainda que o veículo foi comprado por Marrone e, pela negociação do carro, R$ 800 mil teriam sido entregues para o casal.

No entanto, o sertanejo teria comprado o veículo por R$ 1,1 milhão e que esta negociação teria sido feita entre os dois músicos, fazendo com que o casal deixasse de receber pelo menos R$ 300 mil.

O processo tramita na Vara Cível de Piumhí, na Região Centro-Oeste de Minas Gerais. “Nós queremos mostrar que houve má-fé por parte de Eduardo Costa”, disse Alves.

Marrone pode ser ouvido para confirmar a transação, segundo pede o advogado..

A reportagem tentou entrar em contato com o cantor que, por meio de sua assessoria de imprensa, disse que já foi ouvido sobre o caso. “Todas as informações referentes ao processo estão nos autos, vale lembrar que o cantor já prestou seu depoimento para esclarecer os fatos. Sendo assim, não há mais nada a declarar que não esteja em nossa sólida defesa”, disse.

O advogado explica ainda que a moto aquática e a lancha foram entregues ao casal, mas ainda não foram transferidas de propriedade.

Planos oferecidos em Cajazeiras-PB

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Fechar
"Equipe de Plantão:"