Após 4 meses, homem é preso e confessa ter asfixiado garota em tentativa de estupro

O suspeito foi identificado nesta semana, após sair o resultado do exame de DNA.

O homem suspeito de ter matado a adolescente Bruna Santana, de 16 anos, na cidade de Feira de Santana, a cerca de 100 km de Salvador, foi preso na manhã desta terça-feira (19) – cerca de quatro meses após o crime -, depois que traços do DNA dele foram achados nas unhas da vítima, segundo informou a Polícia Civil.

Bruna Santana desapareceu no dia 18 de fevereiro, após sair da casa de familiares, no bairro Jardim Cruzeiro, para ir a um encontro, em um shopping da cidade. Ela só foi achada dois dias depois, no dia 21 de fevereiro. O corpo da garota estava dentro de um saco plástico.

De acordo com a Polícia Civil, após ter mandado de prisão preventiva cumprido, o suspeito confessou o assassinato e disse que teria asfixiado a vítima durante uma tentativa de estupro, dentro da casa dele, na mesma rua onde fica o imóvel dos parentes da adolescente.

Conforme a polícia, o homem, identificado como Gilmar Dantas dos Santos, contou que Bruna teria pedido o celular dele emprestado para fazer uma ligação e foi convidada a entrar no imóvel. Após entrar na casa, ela foi atacada e tentou resistir, mas acabou agredida e morta.

O suspeito foi identificado nesta semana, após sair o resultado do exame de DNA. Conforme a polícia, Gilmar já responde por estupro na cidade de Conceição do Jacuípe, que fica perto de Feira de Santana. Ele será encaminhado para o sistema prisional, onde ficará à disposição da Justiça.

Além de Gilmar, outros três suspeitos de participação no crime foram presos e soltos após 30 dias. A polícia informou que o envolvimento deles na morte ainda não foi descartado. O caso segue em investigação.


Você também pode enviar informações à redação do portal tvsertaodaparaiba.com.br pelo Whatsapp 83 98886 4599 ou 99166-4140.

G1
Planos oferecidos em Cajazeiras-PB

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Fechar
"Equipe de Plantão:"