Home Economia Bélgica acusa Holanda de fraude por caso de ovos contaminados

Bélgica acusa Holanda de fraude por caso de ovos contaminados

A contaminação de ovos vindos da Holanda por um inseticida causou uma crise durante a sessão do Parlamento Europeu nesta quarta-feira (9).

O ministro da Agricultura da Bélgica, Denis Ducarme, acusou o governo daquele país de “fraude” por não ter notificado a entidade assim que constatou o problema, em novembro do ano passado.

Estamos perante a uma fraude e os responsáveis devem ser punidos duramente pela Justiça”, afirmou Ducarme. De acordo com o ministro, por conta do controle feito na entrada de produtos na Bélgica, o Ministério constatou o problema e notificou o comissário da União Europeia para a Agricultura “que parecia já ter aquela informação”.

Por sua vez, a ministra da Saúde e da Agricultura da Holanda, Maggy De Block, afirmou que seu governo “cumpriu o protocolo” europeu e que os ovos contaminados não foram enviados para a Bélgica.

O caso dos ovos contaminados por Fipronil, um inseticida considerado como “moderadamente tóxico” para o consumo humano pela Organização Mundial da Saúde (OMS), foi informado pelos holandeses na quinta-feira (3).

Segundo o governo, alguns lotes produzidos no país para a exportação continham uma quantidade de pesticida superior aos limites estabelecidos e poderiam causar problemas para a saúde das pessoas.

Na segunda-feira (7), a União Europeia notificou as autoridades de segurança alimentar do Reino Unido, França, Suíça e Suécia sobre a possível entrada dos ovos contaminados em seus mercados.

No entanto, outros países optaram por retirar os lotes mencionados de seus mercados para evitar o consumo humano. Em 1999, a contaminação de ovos na Bélgica causou uma grave crise no governo do país, fazendo uma série de políticso renunciarem ao cargo.

Com informações da ANSA.