Bolsonaro: “FHC deve continuar tentando liberar as drogas no Brasil”

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, em entrevista à Rádio Bandeirantes, falou sobre o deputado e presidenciável Jair Bolsonaro, dizendo que ele era “autoritário e ainda não existe”. Também comentou o receio que tem de, nas próximas eleições presidenciais, os brasileiros elegerem como vencedor um “Hitler”, dado o atual distanciamento entre a sociedade e a classe política.

O apresentador José Luiz Datena, após as declarações, procurou Bolsonaro para repercutir o assunto, nesta sexta-feira (19). “FHC deve continuar na vidinha dele, tentando liberar as drogas no Brasil”, respondeu o deputado ao programa 90 Minutos.

De acordo com ele, FHC está “apavorado” com a popularidade dele, destacando que não está “envolvido em nenhum ato, não foi citado em delações e tem a vida impecável como parlamentar”. “É bom já ir se acostumando porque quanto mais me atacam, mais força eu tenho para prosseguir”, disse.

Bolsonaro também foi questionado sobre o julgamento de Lula no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), que ocorre na próxima quarta-feira (24). “Que ele perca toda a liberdade pelos seus atos e que seja condenado no dia 24 de janeiro. Não sou juiz, mas por tudo que vi, pelo conjunto da obra, ele devia estar preso faz tempo”, afirmou.

Ao comentar a ausência em 70% das reuniões e audiências públicas realizadas pela Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional, da qual foi membro titular em 2017, ele tentou excplicar. “Tenho muita viagem pelo Brasil e muita reunião fora da Câmara, mas não fugi da rotina em Brasília”.


Encontre as notícias que estão movimentando as redes sociais em um só lugar, de um jeito fácil e com credibilidade. Acesse: tvsertaodaparaiba.com.br

Planos oferecidos em Cajazeiras-PB

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar
"Equipe de Plantão:"