Campanha para trazer família de Kaysar arrecada apenas 11% do total

Por enquanto, 715 pessoas contribuíram para a vaquinha virtual

A campanha lançada por fãs para trazer a família do ex-BBB Kaysar da Síria para o Brasil não teve muito sucesso. A vaquinha virtual arrecadou até agora somente 11,15% do total, ou cerca de R$ 55,7 mil. Ao todo, 715 pessoas contribuíram.

Há cerca de oito anos, Kaysar deixou sua terra natal, que está em guerra civil, e fugiu de carro para o Líbano. De lá, viajou de avião para a Ucrânia e, em seguida, migrou para Curitiba, onde vive com um primo de sua mãe.

Ele chegou à final do “BBB18”, mas perdeu o prêmio para Gleici Damasceno, ficando em segundo lugar. Ele recebeu R$ 150 mil e dois carros 0 km.

Fãs de Kaysar tomaram a iniciativa de criar uma vaquinha para ajudá-lo a trazer os pais, George e Diane Dadour, que vivem em Alepo, na Síria, e a irmã, Celine, que está no Líbano.

No início, o ex-BBB resistiu à ideia, mas acabou cedendo em um vídeo publicado nas redes sociais. “Eu vou aceitar mesmo, cara. Ajuda é sempre bem-vinda, e de vocês melhor ainda”, disse. “Vocês vão realizar o meu sonho”, completou.

À reportagem, Nassib, tio de Kaysar, disse brevemente que o sírio e a família “continuam mantendo contato diariamente” e afirmou torcer, sim, para que o financiamento coletivo dê certo e que os três familiares venham para o Brasil.

A data para o encerramento da campanha é a próxima segunda-feira (9). O objetivo era arrecadar R$ 500 mil.

Procurada, a assessoria de Kaysar negou o pedido de entrevista sob a justificativa de que ele “mantém uma relação direta com os fãs” e que ele “não se sente à vontade para falar sobre a vaquinha com a imprensa”.


Você também pode enviar informações à redação do portal tvsertaodaparaiba.com.br pelo Whatsapp 83 98886 4599 ou 99166-4140.

Com informações da Folhapress.
Planos oferecidos em Cajazeiras-PB

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Fechar
"Equipe de Plantão:"