Home Geral CASO PAPA MEL: Dois anos depois, duplo homicídio de mãe e filho ainda é um mistério

CASO PAPA MEL: Dois anos depois, duplo homicídio de mãe e filho ainda é um mistério

Hoje, 19 de setembro, fazem dois anos do crime que chocou toda a Paraíba e o interior do Nordeste, e que teve como vítimas mãe e filho.

Maria Berenice de Sá, de 54 anos, e seu filho Rafael, de 22 anos, foram mortos no interior de sua residência, localizada no sítio Papa Mel, Zona Rural de Cajazeiras. Os corpos estavam sobre uma cama e coberto com lençóis.

A Polícia acredita que os assassinatos tenham sido praticados por mais de uma pessoa e que ainda houve uma luta corporal entre as vítimas e os assassinos. Do local do ocorrido foram levados um celular e uma motocicleta.

A Polícia ainda trabalha na hipótese de que o crime tenha sido cometido por pessoas ligadas às vítimas, já que não havia indícios de arrombamento.

Mesmo após transcorrido todo esse tempo, ninguém foi preso e o único suspeito identificado como Damião Farofa ainda permanece foragido.

Familiares de Maria Berenice e de Rafael utilizaram as redes sociais no dia de hoje para relembrar o triste acontecimento.

O crime ficou marcado como um dos mais cruéis já ocorrido no sertão paraibano.

Nova Opinião