Cavalieri faz críticas a presidente e diretor do Flu: ‘Não há conversa’

O ex-goleiro do Fluminense Diego Cavalieri comentou sua saída do clube em entrevista concedida nesta quinta. Avisado pelo WhatsApp e demitido pelo telefone, o campeão brasileiro e carioca pelo time em 2012 criticou a postura do presidente Pedro Abad e do diretor Marcelo Teixeira na condução das dispensas. Abel Braga, treinador, ficou de fora das críticas:
“Fui pego de surpresa. Mais pelo prazo, pelo o dia que foi. Foi o que me deixou mais magoado. Faz parte o clube querer ou não contar mais com o seu trabalho. Faltou respeito, faltou ética e eles foram sem profissionalismo. Do Marcelo Teixeira e do presidente Pedro Abad. Falo pela maneira que foi. Eu, hoje, não sento mais com eles. Com eles, não há conversa”, afirmou.
Cavalieri comentou que, ao deixar o clube dia 3 de dezembro, para as férias, estava acertado que ele deveria renovar seu passaporte para viajar com o clube para a Florida Cup, mas no fim de dezembro veio a notificação:

“Me mandaram mensagem no dia 27 de dezembro perguntando se eu contava com empresário ou se eu cuidava das minhas coisas. Disse que era eu. Falaram que e ligariam em uma hora. No dia 28, Marcelo Teixeira acabou me ligando. Falando que havia tido reunião e que eu não precisava me apresentar. E que marcaria uma data para a minha rescisão. Passou dezembro, com todos os clubes fechando elenco. Isso fica complicado. Um zap (mensagem de Whatsapp) um dia antes e depois uma ligação”, disse o goleiro.

Ele ainda desmentiu que o clube tenha tentado contato para negociar o contrato:

“Isso é mentira! Nunca aconteceu. É difícil entender algumas coisas. Tem gente que só aparece quando a coisa está boa. Quando está ruim, se esconde em Xerém. Dificilmente ele se expõe, põe a cara. Falo do Marcelo Teixeira. O presidente Abad, no dia da reapresentação, quando fui buscar as minhas coisas no CT, veio me cumprimentar como se nada tivesse acontecido. Não quis falar com ele. Se saírem essas pessoas, o Teixeira e o presidente, estou aberto a conversar. Tenho carinho por todos, menos esses dois”, afirmou.

Cavalieri relatou ainda a conversa com Abel Braga, com quem tem consideração:

“Abel me ligou lamentando, dizendo que a decisão era da diretoria. A gente se conhece desde 2011, ele é franco e direito. Ele ligou após o fato ocorrido e disse que não sabia de nada. Eu acredito na palavra dele. A gente tem bom relacionamento”, concluiu.


Encontre as notícias que estão movimentando as redes sociais em um só lugar, de um jeito fácil e com credibilidade. Acesse: tvsertaodaparaiba.com.br

NOTÍCIAS AO MINUTO
Planos oferecidos em Cajazeiras-PB

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar
"Equipe de Plantão:"