Criança de um ano portadora de Síndrome de Down é abusada sexualmente e morta na Paraíba

Uma criança de um ano e dois meses de idade morreu nesta quinta-feira (9) após dar entrada no Hospital da Criança e do Adolescente de Campina Grande. A menina era moradora da cidade de Lagoa Seca, portadora de Síndrome de Down e cardiopata e pode ter sido abusada sexualmente dias antes.

De acordo com a diretora do hospital geral de Lagoa Seca, Joedna Maria da Silva, a menina deu entrada na unidade hospitalar na tarde de ontem (9) com o quadro clínico de tosse, sonolência e cansaço já agravado. Como o hospital não tinha suporte para atender a criança, a médica plantonista a encaminhou para o Hospital da Criança e do Adolescente de Campina Grande, onde a menina chegou e foi direto para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

No início da noite a menina não resistiu e veio a óbito. O corpo foi encaminhado para o Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (Numol) para que fosse feita a necrópsia. Durante o exame no corpo da criança foi constatada uma dilatação anormal no anus e na vagina da menina, o que leva a crer que ela foi abusada sexualmente.

De acordo com a secretária de assistência social do município de Lagoa Seca,Cristiane Cavalcanti, a criança sempre aparecia na Secretária de Saúde com a mãe para buscar medicamentos.

A grande preocupação da comunidade e do Conselho Tutelar é com a outra filha, irmã da criança morta, que tem apenas sete anos de idade, que pode também estar sendo abusada.

A Polícia Civil junto com o Conselho Tutelar estão investigando o caso.

Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal tvsertaodaparaiba não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo após o encerramento das eleições de 2018.

Você também pode enviar informações à redação do portal tvsertaodaparaiba.com.br pelo Whatsapp 83 98886 4599 ou 99166-4140.

ClickPB

Planos oferecidos em Cajazeiras-PB

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Fechar
"Equipe de Plantão:"