Home Destaque ‘Criminosos não sairão impunes’, diz Temer em vídeo nas redes sociais

‘Criminosos não sairão impunes’, diz Temer em vídeo nas redes sociais

O presidente Michel Temer disse em vídeo divulgado nas redes sociais nesta segunda-feira (19) que “criminosos não sairão impunes e pagarão o que devem”.

Sem mencionar o momento de tensão com a PGR (Procuradoria-Geral da República) e com o STF (Supremo Tribunal Federal), Temer também defendeu a independência dos Poderes e disse que não pratica “retaliações”.

Como a Folha mostrou no domingo (18), a mensagem de Temer foi direcionada ao empresário Joesley Batista, do grupo J&F, embora ele não seja diretamente citado.

“Acabamos com os favores que privilegiavam apenas algumas poucas empresas. Cortamos as práticas que permitiam a criminosos crescer à sombra dos ilícitos e do dinheiro público jorrado sem limites e com juros camaradas. Muita gente não gostou disso”, diz Temer no vídeo de pouco mais de quatro minutos.

O presidente prossegue:

“Já está claro o roteiro que criaram para justificar seus crimes. Apontam o dedo para outros tentando fugir da punição. Aviso aos criminosos que não sairão impunes. Pagarão o que devem e serão responsabilizados por seus ilícitos”, afirmou Michel Temer na mensagem divulgada pouco depois de ele embarcar para viagem oficial por Rússia e Noruega.

O vídeo é mais um ponto da estratégia do Palácio do Planalto de desacreditar as declarações de Joesley Batista, que gravou conversa com o presidente e, em entrevista à revista “Época” divulgada na sexta-feira (16), afirma que o peemedebista é o “chefe” de uma organização criminosa.

“O Temer é o chefe da Orcrim [sigla para organização criminosa] da Câmara. Temer, Eduardo, Geddel, Henrique [Alves], [Eliseu] Padilha e Moreira [Franco]. É o grupo deles. Quem não está preso está hoje no Planalto. Essa turma é muita perigosa. Não pode brigar com eles”, diz o empresário na entrevista.

No sábado (17), Temer divulgou uma dura nota em informava que entraria com ações civil e penal contra o empresário e que o governo “não será impedido de apurar” crimes praticados por Joesley, o que aconteceu no início desta tarde.

“Suas mentiras serão comprovadas e será buscada a devida reparação financeira pelos danos que causou, não somente à instituição Presidência da República, mas ao Brasil. O governo não será impedido de apurar e responsabilizar o senhor Joesley Batista por todos os crimes que praticou, antes e após a delação”, diz o texto de sábado.

Às vésperas de ser denunciado pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, e em momento de crise após ser acusado de mandar investigar o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Luiz Edson Fachin, relator da Lava Jato, Temer defendeu a independência das instituições e disse não praticar “retaliações”.

“As instituições brasileiras são fortes, fortíssimas. Conquista de todos nós. Fortes porque se sustentam na harmonia e na independência dos Poderes tal como foi escrito na Constituição de 1988. É preciso mantê-las para que se realize o desejo de todos: um Brasil pacificado, justo e próspero”, afirmou.

“Vocês sabem que não pratico retaliações. Por tradição e formação, acredito na Justiça. Sempre respeitei a independência dos Poderes. É assim que continuarei agindo”, completou o presidente.

No vídeo, Temer também fala do que fará nos quatro dias de viagem pela Europa, faz um balanço de seu governo, elencando ganhos econômicos e ações como a liberação do FGTS de contas inativas e defende as reformas trabalhista, previdenciária e política.

Folha

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por WEGLEYSON
Carregar mais em Destaque

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Além disso, verifique

Rodada desta quarta tem Fla, Corinthians e muito mais no Brasileirão

A 15ª rodada do Campeonato Brasileiro começa nesta quarta-feira (19), com sete jogos. O lí…