Em Cajazeiras: Vereador faz denúncia sobre uma ação policial e diz ‘Um erro não se conserta outro’. Confira!

Os policiais chegaram a residência, após uma denúncia feita por uso de som alto.

O vereador Rivelino Martins(PSB), em uma sessão ordinária realizada nesta terça-feira(11), na Câmara Municipal de Cajazeiras, aproveitou a oportunidade e denunciou uma ação feita por policiais na cidade de Cajazeiras, Sertão Paraibano.

Segundo o vereador, no último sábado (07), a polícia militar esteve na residência de Everson Henrique, atual diretor do Detran e sobrinho de Rivelino Martins.

Os policiais chegaram a residência de Everson, após uma denúncia  feita por uso de som alto em horário impróprio.

De acordo com relatos do sobrinho do vereador, ao tocaram a campainha da sua residência, o mesmo não ouviu e de imediato a polícia desligou a chave da energia.

Com isso, a criança de 4 anos de idade, desesperada pela escuridão saiu do quarto chorando a procura da mãe.

A criança apresenta um problema cardíaco, conhecido como “sopro no coração”.

Após a polícia bater na porta e os mesmos atenderem, a mãe revoltada por ver a criança chorando acabou desacatando os policias e foi conduzida até a delegacia.

A criança ainda chegou a fazer necessidades fisiológicas, diante do medo e constrangimento a situação causada.

“Um erro não se conserta outro”, disse o socialista.

Não se pode tolerar este tipo de procedimento, é preciso que reveja. Estamos aqui para reconhecer qualquer atitude da Polícia Militar, mas não se pode aceitar esse tipo de ação.

Não se combate violência, praticando violência, destacou o vereador.

De acordo com Rivelino a Câmara repúdio esse tipo de abordagem pratica pelo policial e será comunicado sobre esta ação ao Comando da Polícia Militar como também ao Conselho Tutelar do município.


Você também pode enviar informações à redação do portal tvsertaodaparaiba.com.br pelo Whatsapp 83 98886 4599 ou 99166-4140

TV Sertão da Paraíba

Planos oferecidos em Cajazeiras-PB

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Fechar
"Equipe de Plantão:"