Exclusivo: TV Sertão da Paraíba vai ao presídio de Cajazeiras; esclarece prisão do pai da pequena Jamily e faz apelo por liberdade

Ele revelou que chegou a pegar sua filha e a retirar de imediato do local

A TV Sertão da Paraíba, se deslocou até a Penitenciária Padrão de Cajazeiras, Sertão do Estado, para esclarecer e fazer apelo por liberdade sobre o caso do vendedor ambulante Flávio Coelho de Assis Ferreira, 36 anos de idade. O caso provocou revolta e comoção em toda a Paraíba, após a morte da pequena Jamily e o pai preso chegar ao velório da filha algemado.

De acordo com relatos do próprio Flávio, ele foi preso após se deparar com sua esposa na sala conversando com algumas vizinhas, no momento que ele ficou bastante preocupado ao perceber que a pequena Jamily estava sozinha em seu quarto e em um ataque de raiva atear fogo em um colchão.

No momento do incêndio ele revelou para a polícia que chegou a pegar a sua filha e a retirar de imediato do local, e após entregar Jamily para uma vizinha.

Segundo o seu advogado Joselito Feitosa, o motivo da prisão de Flávio foi devido a acusação de tentativa de homicídio. Para ele, houve falha no ato investigatório da polícia, que deverá ser reparado pela Justiça.

Como um homem humilde, Flávio buscou algumas alternativas de apelar atenção das autoridades, entre uma das alternativas foi no ano de 2016, ele na busca de amenizar o sofrimento da filha chamou a atenção de toda a Paraíba ao se acorrentar em frente ao fórum da cidade de Uiraúna para pedir agilidade em uma ação judicial que garantia os medicamentos a menina. E repetiu a mesma ação na porta da Nona Regional de Saúde, com sede em Cajazeiras.

ENTENDA

Jamily Nadir Coelho tinha apenas 5 anos de idade e sofria de uma doença diagnosticada de encefalopatia metabólica decorrente de Aciduria Glutárica tipo 1, uma doença rara que afeta o metabolismo e o cérebro,caracterizada pela acumulação e excreção na urina de elevadas quantidades de diferentes ácidos orgânicos, alguns são tóxicos para as células. Incapacitando o paciente de ter uma vida normal.

A criança se alimentava por sonda e precisa de um leite que custava em torno de R$ 1,6 mil cada lata, sendo que eram consumidas, em média, sete latas por mês, somando um custo mensal de R$ 11,2 mil. Sem condições para pagar esse valor, a família entrou na justiça para garantir os medicamentos e latas do leite pelo poder público. Ela faleceu na tarde do domingo dia 24 de junho, na cidade de Uiraúna, região de Cajazeiras.


Você também pode enviar informações à redação do portal tvsertaodaparaiba.com.br pelo Whatsapp 83 98886 4599 ou 99166-4140.

Por Ismênia Salviano
TV Sertão da Paraíba
Planos oferecidos em Cajazeiras-PB

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Fechar
"Equipe de Plantão:"