Gastos com adicional de periculosidade para defensores públicos superam R$ 2 milhões por ano na PB

Defensoria Pública da Paraíba pagou somente este ano mais de R$ 500 mil em indenizações e restituições referentes a adicional de periculosidade para os defensores públicos em apenas dois meses.

O cargo de defensor público é de alto risco. É que a Defensoria Pública da Paraíba pagou somente este ano mais de R$ 500 mil em indenizações e restituições referentes a adicional de periculosidade para os defensores públicos, praticamente em dois meses. Os empenhos, cada um no valor de R$ 1.954,19 por defensor público, segundo o Sagres do TCE-PB, são relativos a janeiro e fevereiro a maioria, e alguns poucos de março.

Durante o ano, essa despesa supera a casa dos R$ 2 milhões. Em 2016, somou R$ 2,3 milhões. Já em 2017, a despesa com o adicional foi de R$ 2,6 milhões.

O dinheiro é destinado à ação de governo “assistência jurídica”, pago com dispensa de licitação. A justificativa para o pagamento seria o trabalho dos defensores junto a presídios. Mas não há um controle rígido sobre o exercício da atividade pelo defensor nessas unidades prisionais.

A discussão sobre a legalidade desse adicional de periculosidade já foi alvo de provocação no Tribunal de Contas da Paraíba. Mas ainda não se chegou a uma conclusão se seria um valor cujo pagamento seria indevido.

O pagamento desse adicional se soma ao subsídio do defensor e a outras gratificações como saúde, transporte e cumulação.

Todas as indenizações e restituições pagas aos defensores públicos apenas no início deste ano já somam R$ 2.076.694,71. Durante o ano as indenizações e restituições custam em torno de R$ 10.272.176,33 aos cofres públicos, como aconteceu no ano passado.

De acordo com Ricardo Barros, subdefensor público-geral da Defensoria Pública do Estado da Paraíba (DPPB), o pagamento de periculosidade está previsto na lei complementar 104 de 2012. Somente os defensores públicos que tenham assento nos presídios possuem direito ao adicional de periculosidade.

Enquanto o defensor público estiver designado para a função ele deve receber o adicional de periculosidade. Quem fiscaliza e regulamenta o pagamento da periculosidade é o Núcleo Psicossocial de Penas e Medidas Alternativas da Comarca da Capital. Ricardo Barros explicou em entrevista ao ClickPB que o núcleo “faz a designação do defensor da comarca para essa unidade prisional e concede a ele a periculosidade”.

Segundo uma determinação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), em cada unidade penitenciária deve haver um defensor público para cada 180 presidiários. Apesar da determinação do CNJ, o subdefensor público-geral não soube precisar a quantidade de defensores que atuam dentro dos presídios. De acordo com Ricardo Barros, “aproximadamente 90% dos apenados são atendidos por esses defensores públicos que estão nos presídios”.

Ele ressaltou ainda que a assistência aos presos é feita diariamente. “Nós temos a vivência de que uma cadeia pública quando tem defensor público regularmente, evita conflitos, rebeliões”, explicou Ricardo Barros.


 Você também pode enviar informações à redação do portal tvsertaodaparaiba.com.br pelo Whatsapp 83 98886 4599 ou 99166-4140.

ClickPB
Planos oferecidos em Cajazeiras-PB

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Fechar
"Equipe de Plantão:"