Home Geral Michel Temer recebeu propina por hidrelétrica em Rondônia, diz Funaro

Michel Temer recebeu propina por hidrelétrica em Rondônia, diz Funaro

O presidente Michel Temer teria recebido propina das construtoras Odebrecht e Andrade Gutierrez em uma obra obra da empresa estatal Furnas no Rio Madeira, em Porto Velho (RO). As empresas são sócias de Furnas na Santo Antônio Energia, responsável pela implantação e operação da Hidrelétrica Santo Antônio, obra do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). A informação consta no depoimento do corretor Lúcio Bolonha Funaro à Procuradoria-Geral da República, segundo o jornal Estado de S. Paulo.

Fora Temer, teriam sido beneficiados por propina os ex-deputados Eduardo Cunha e Henrique Eduardo Alves, ambos presos em desdobramentos da operação Lava Jato. O delator não detalhou valores os valores dos repasses irregulares.

“Os valores foram recebidos por Eduardo Cunha e, posteriormente, foi repartido entre com Henrique Eduardo Alves, Arlindo Chinaglia e para Michel Temer”, afirmou Funaro em depoimento prestado em 24 de agosto e anexado à denúncia oferecida pelo ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot contra Temer por organização criminosa e obstrução de Justiça.

Para o Planalto, as afirmações de Funaro são falsas. “Versões de delator já apontado pelo Ministério Público Federal (MPF) como homem que traiu a confiança da Justiça não merecem nenhuma credibilidade. O criminoso Lúcio Funaro faz afirmações por ‘ouvir dizer’ ou inventa narrativas para escapar de condenação certa e segura”, diz nota.

O advogado Délio Lins e Silva Júnior, que defende Cunha, também não retornou aos contatos. A Odebrecht e a Andrade Gutierrez foram procuradas, mas ainda não comentaram o assunto. O advogado Marcelo Leal, responsável pela defesa de Henrique Alves, não retornou aos contatos da reportagem.

Fonte: Notícias ao Minuto
Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Emily
Carregar mais por Geral

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Veja Também

Fani mantém cachê e avisa: ‘Não vou cobrar barato só porque engordei’

Agora pesando 83 kg e exibindo um corpo naturalmente diferente do que o Brasil viu no R…