MP investiga gastos com diárias e locação de carros em Câmara de São Bento

O promotor deu um prazo de 15 dias para que o vereador Adaildo Dantas prestasse os esclarecimentos em sua defesa e encaminhasse a documentação requerida.

Promotoria de Justiça Cumulativa de São Bento instaurou um inquérito civil público, na quarta-feira (25), para apurar suposta prática de improbidade administrativa pelo presidente da Câmara Municipal de Vereadores do município, Adaildo Dantas. O Ministério Público da Paraíba (MPPB) abriu uma investigação para verificar se houve utilização excessiva de uso de diárias pelo vereador e outros atos irregulares.

De acordo com o promotor de Justiça, Osvaldo Lopes Barbosa, se for comprovada, a conduta se enquadraria em desvio de finalidade no uso das verbas públicas e isso implica em ato de improbidade por parte do agente político. O membro do MPPB, requisitou que o presidente da Câmara, alvo da investigação, encaminhasse cópias da lei de concessão das diárias e de documentos de comprovação das que foram emitidas nos últimos seis meses.

O promotor deu um prazo de 15 dias para que o vereador Adaildo Dantas prestasse os esclarecimentos em sua defesa e encaminhasse a documentação requerida.

Na mesma portaria, a Promotoria de Justiça determinou a notificação de uma outra pessoa que trabalha em um mercadinho da cidade, para prestar esclarecimentos sobre outro fato ligado à presidência da Câmara. Esse notificado possuiria um carro de luxo em seu nome que estaria alugado à Câmara. O que chamou a atenção da promotoria é que a renda dessa pessoa é incompatível com a aquisição do bem.

(Foto: Krystine Carneiro)


 Você também pode enviar informações à redação do portal tvsertaodaparaiba.com.br pelo Whatsapp 83 98886 4599 ou 99166-4140

G1 PB
Planos oferecidos em Cajazeiras-PB

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Fechar
"Equipe de Plantão:"