Polícia prende suspeitos de aplicar golpe do Bilhete Premiado na Paraíba

Os suspeitos começaram a ser investigados em 2016.

Uma operação integrada realizada pela Delegacia de Defraudações e Falsificações (DDF) de Campina Grande, Grupo de Operações Especiais (GOE), Polícia Civil de Pernambuco com o apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF) cumpriu, nessa terça-feira (3), dois mandados de prisão preventiva contra um homem e uma mulher suspeitos de integrar um grupo criminoso responsável pelo golpe do ‘bilhete premiado’.

Maria Rosangela Bezerra Teixeira, 38 anos, natural de Caruaru, e Bruno Daniel Alves Reis, 26 anos, natural de São Caetano, em Pernambuco, foram presos em Sertania (PE).

Os suspeitos começaram a ser investigados em 2016, quando várias vítimas procuram a polícia para denunciar a prática do golpe que oferecia a vantagem de ganhar dinheiro comprando um bilhete premiado. “Foram relatados diversos casos envolvendo os investigados na prática de golpes. Só aqui em Campina Grande, foram instaurados 12 inquéritos; em João Pessoa mais de 30. Então a gente estima uns 50 casos só na Paraíba”, contou o delegado titular da DRE Geronimo Barreto.

As prisões são resultado de um trabalho de investigação complexo, com levantamento de imagens de câmeras dos locais onde eles atuavam. Foram necessárias várias diligenciais na Paraíba, Rio Grande do Norte, Pernambuco e Caruaru.

Para a polícia, Maria Rosangela e Bruno Daniel são os líderes do grupo criminoso. Eles foram encaminhados para a Central de Polícia de Campina Grande, no bairro do Catolé.

Eles vão ficar recolhidos na carceragem até a audiência de custódia, nesta quarta feira (4). A DDF pede para que as vítimas do golpe do ‘bilhete premiado’ procurem as Delegacias de Defraudações e Falsificações de Campina Grande ou de João Pessoa.

É importante que os casos sejam registrados para que os investigados respondam na Justiça pelos crimes que cometeram. Outra forma de denunciar é através do telefone 197, neste caso não precisa se identificar.

Prisões de mais envolvidos no golpe do ‘bilhete premiado’ – No dia 19 de junho 2018, a Delegacia de Defraudações e Falsificações (DDF) de João Pessoa prendeu em flagrante Ricardo Bezerra Teixeira, 37 anos. Ele é irmão de Maria Rosangela Bezerra Teixeira presa nessa terça feira e Douglas Henrique Florêncio Souza, 28 anos.

Repórter PB
Planos oferecidos em Cajazeiras-PB

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Fechar
"Equipe de Plantão:"