Home Geral Reservas de hotéis na Catalunha caem 50% após plebiscito

Reservas de hotéis na Catalunha caem 50% após plebiscito

O processo separatista na Catalunha começa a provocar efeitos sobre o turismo, um dos motores da economia da comunidade autônoma. Desde o controverso plebiscito de 1º de outubro, as reservas em hotéis da região caíram pela metade em relação à média da estação, segundo a Foment del Treball, principal entidade patronal catalã.

De acordo com a organização, além da redução de 50% no número de reservas hoteleiras, a comunidade autônoma sofreu uma queda de 30% na chegada de turistas. “O incerto caminho das forças políticas, com uma estreita maioria no Parlamento, superou as fronteiras da ilegalidade, levando o país ao descrédito internacional”, diz uma nota da Foment del Treball, que é contra a independência.

Já a Gremi de Restauració, que reúne os empresários do setor de restaurantes na Catalunha, afirmou que a diminuição das vendas está entre 25% e 30%, número que a entidade atribui não apenas ao plebiscito, mas também às recorrentes manifestações contra o turismo de massa em Barcelona e ao atentado nas Ramblas.

A Catalunha é a região mais próspera da Espanha e responde por 19% do Produto Interno Bruto (PIB) nacional, sendo que boa parte dessa riqueza se deve ao turismo, capitaneado por sua capital, Barcelona.

Com informações da Ansa.
  • Catalunha pode declarar independência unilateral nesta terça

    Carles Puigdemont, presidente do governo regional da Catalunha, a Generalitat, participará…
Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Emily
Carregar mais por Geral

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Veja Também

Após dois dias de internação, Temer recebe alta de hospital em SP

O presidente Michel Temer, 77, recebeu alta do Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, na ma…