Home Destaque Tribunal de Contas do Estado multa primeira-dama de cidade da região de Cajazeiras e dá prazo de 60 dias para pagamento

Tribunal de Contas do Estado multa primeira-dama de cidade da região de Cajazeiras e dá prazo de 60 dias para pagamento

O TCE fixou prazo de 60 dias para recolhimento voluntário da penalidade em forma de multa no valor de R$ 1.000 ao Fundo de Fiscalização Municipal

O Tribunal de Contas do Estado da Paraíba divulgou nesta terça-feira (4), acórdão que multa a primeira-dama do município de Uiraúna, a primeira-dama, Maria Juliet Gomes Fernandes. A penalidade foi referente ao exercício de 2014.

  • ‘PREGÃO PRESENCIAL’: Fundo Municipal de Saúde da cidade de Uiraúna anuncia licitação de quase R$ 200 mil para compra de lanches. VEJA!

Segundo o TCE, contratos feitos através de pregão presencial com a Secretaria de Saúde, mediante recursos do Fundo Municipal de Saúde objetivando o fornecimento parcelado e diário de combustíveis, lubrificantes e filtros para os veículos próprios e locados utilizados na área de saúde foram julgados regulares com ressalva a referida licitação e os contratos dela decorrentes.

O TCE fixou prazo de 60 dias para recolhimento voluntário da penalidade em forma de multa no valor de R$ 1.000,00 (21,39 UFRs/PB) ao Fundo de Fiscalização Orçamentária e Financeira Municipal.

O TCE recomendou a administradora do Fundo Municipal de Saúde de Uiraúna/PB, Maria Juliet Gomes Fernandes, que, nos futuros processos licitatórios, observe os ditames legais e regulamentares pertinentes, notadamente os preceitos contidos nos arts. 15, inciso V, e 43, inciso IV, ambos da Lei de Licitações e Contratos Administrativos (Lei Nacional n.º 8666/1993)

Redação/Geh Fideles

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por WEGLEYSON
Carregar mais em Destaque

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Além disso, verifique

Mulheres são flagradas com droga no Distrito de São Gonçalo em Sousa

Ao revistar as Mulheres foi encontrada uma porção semelhante a maconha enrolada em plástic…