Venezuela diz que encontro de Trump com Temer é uma ‘ameaça’ ao país

O governo venezuelano disse nesta terça-feira (19) que considera uma “ameaça” a sua soberania o encontro do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, com líderes latino-americanos, entre eles o brasileiro Michel Temer.

Em nota, Caracas disse que “denuncia aos povos do mundo as novas ameaças contra a soberania, a paz e a estabilidade do nosso país.”

No encontro, Trump criticou a ditadura de Nicolás Maduro e pressionou os outros líderes a tomarem uma atitude contra o governo venezuelano.

A nota da Venezuela não incluí os comentários de Trump com críticas a Venezuela na Assembleia Geral das Nações Unidas, que ocorreu nesta terça.

Além de Trump e Temer, também estiveram presentes no encontro na segunda-feira (18) os presidentes da Colômbia, Juan Manuel Santos, e do Panamá, Juan Carlos Varela, e a vice-presidente da Argentina, Gabriela Michetti.

Na saída do jantar, Temer confirmou que o assunto da Venezuela foi debatido e que os participantes concordaram que é preciso achar uma saída democrática no país.

Além de Trump, Santos também foi alvo de crítica de Caracas. Segundo o texto, o colombiano apoia os Estados Unidos apenas para evitar que Washington estabeleça sanções contra Bogotá devido a produção de cocaína no país.

Segundo a nota de Caracas, os líderes “foram contaminados a incrementar a campanha de agressões contra a Venezuela”. “Trump tem uma obsessão fatal com a Venezuela, produto de suas ideias supremacistas brancas”, diz o texto.

A nota diz ainda que o país está preparado para “seguir derrotando nos planos político, diplomático e em qualquer outro que seja necessário, as nefastas agressões”.

Com informações da Folhapress.

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar