Youtuber Everson Zoio conta como estuprou ex-namorada e gera revolta

O assunto se tornou um dos mais comentados no Twitter

Um vídeo do youtuber Everson Henrique de Oliveira veio à tona nessa sexta-feira (27) e gerou revolta nas redes sociais. Nas imagens, o youtuber conhecido como Everson Zoio conta detalhes de como estuprou a ex-namorada.

O vídeo foi publicado em 7 de março de 2017, com o título “O dia que fui dormir com minha ex-namorada na fazenda”.

Segundo destaca o jornal O Dia, o assunto se tornou um dos mais comentados nos trending topics do Twitter e o vídeo foi apagado após a repercussão.

Durante o relatado do abuso sexual, Everson e mais três meninos dão gargalhadas. De acordo com o youtuber, a ex-namorada havia negado ter relações sexuais mas ele insistiu enquanto ela dormia.

“Nesse dia, eu queria dar umas ‘galadas’ nela, dar umas furadas. Só que daí, ela estava cansada e falou: ‘não vai rolar’. Falei beleza, não vou te forçar porque não sou estuprador, mas mesmo assim suave. Ela estava de pijaminha bem fino, fui abaixando, devagarzinho, sem querer acordar ela e consegui tirar. (…) Só que eu fui empurrando, empurrando e ela não acordava. Fiquei dando umas cutucadas”, disse. Ao contar o fato, três meninos que também aparecem no vídeo gargalham.

Everson, que tem quase 10 milhões de seguidores no YouTube, ainda não se pronunciou sobre o caso.

No entanto, a publicação destaca que, segundo o Código Penal Brasileiro, o estupro é configurado quando se “constrange alguém, mediante violência ou grave ameaça, a ter conjunção carnal ou a praticar ou permitir que com ele se pratique outro ato libidinoso.”


Você também pode enviar informações à redação do portal tvsertaodaparaiba.com.br pelo Whatsapp 83 98886 4599 ou 99166-4140.

NOTÍCIAS AO MINUTO
Planos oferecidos em Cajazeiras-PB

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Fechar
"Equipe de Plantão:"